Vem aí concurso do Detran

Foi publicado hoje, no Diário Oficial do DF, a formação do grupo de trabalho destinado a realizar estudos para a contratação da banca examinadora que fará a o planejamento, organização e execução do concurso público para os cargos de Técnico e Analista de Atividades de Trânsito do Detran-DF.

O diretor-geral do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran DF) Zélio Maia confirmou a notícia.

Iniciada a recuperação asfáltica do Pistão Sul

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF) deu início, na tarde desta quinta-feira (20), ao serviço de melhoria asfáltica no trecho da Estrada Parque Contorno (DF-001) que compreende o Pistão Sul. A ação será realizada nos pontos considerados mais críticos do asfalto nos dois sentidos da via, que possui 5,3 km de extensão.
O serviço foi iniciado no trecho de aproximadamente 300 metros entre a Estação Furnas do metrô, próximo ao Hospital Ana Nery, no sentido Estrada Parque Núcleo Bandeirante (DF-075), e seguirá até o viaduto de entroncamento entre o Pistão Sul com a EPNB. Concluído este lado, o serviço será executado no sentido inverso.A previsão é de que os trabalhos durem aproximadamente 15 dias, e, quando concluído, beneficiará cerca de 60 mil motoristas que trafegam pela via diariamente.

O trabalho


A melhoria, efetuada por administração direta, com recursos e maquinário próprio do órgão, consiste no serviço de fresagem descontinuada, que é a retirada dos trechos deteriorados de asfalto, seguido do preenchimento dos espaços com uma nova camada de capa asfáltica. O valor investido no serviço será de aproximadamente R$700 mil.

O diretor-geral do DER, Fauzi Nacfur Júnior, esclarece que a obra representa a sequência dos trabalhos de manutenção asfáltica realizados rotineiramente pelo órgão. “Desde o início da gestão, são realizados reparos localizados de asfalto para garantir a segurança, conforto e comodidade dos motoristas”, explicou.

O administrador de Taguatinga, bispo Renato Andrade esteve no local e disse que “a operação foi uma ordem expressa do governador Ibaneis Rocha, sempre preocupado em melhorar as condições de vida da população aqui de Taguatinga”.

O operador de áudio, Júnio Alves, de 32 anos, se mostra satisfeito com a ação do poder público no local. “Felizmente o asfalto daqui do Pistão (Sul) vai ficar muito melhor, já que os buracos vão deixar de existir”, finalizou.Futuros serviços



O Pistão Sul passará por uma revitalização asfáltica total ainda este ano.
A obra é um projeto que será realizado com recursos provenientes de emenda federal e está em fase final de aprovação pela Caixa Econômica Federal (CEF).

Ponte sobre o Rio Melchior permanece interditada

O trabalho de reforço na parte inferior da ponte sobre o Rio Melchior, na DF-180, no trecho que faz ligação entre a BR-070 e a BR-060, continua em execução. O serviço, iniciado no dia 5 deste mês, tinha previsão de duração de sete dias, porém, com os constantes episódios chuvosos, a obra foi estendida e deve durar, pelo menos, mais uma semana.

Durante esses nove dias de trabalhos, a parte inferior da ponte recebeu reforço no aterro, devido a avarias causadas pelas constantes enchentes do Rio Melchior. Atualmente a estrutura está recebendo 10 vigas de ferro, que darão maior sustentação à passagem.

O chefe de gabinete do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER/DF), Fábio Cardoso, explica que após a conclusão do serviço serão realizados testes de peso sobre a ponte e só então será avaliada a liberação do trânsito.

“É essencial que após toda a obra de reforço da estrutura façamos teste de peso sobre a passagem. Só após avaliarmos o resultado do serviço é que decidiremos sobre a liberação do trânsito. Até lá, a ponte seguirá interditada para a segurança de todos”, destacou.

Até a liberação do fluxo, os motoristas devem continuar procurando vias alternativas.

Proibição para caminhões acima de dois eixos

Conforme publicado no último dia 30 de dezembro, desde o dia 31/12 está proibido o tráfego de caminhões com mais de dois eixos na ponte sobre o Rio Melchior.

A determinação visa restringir o peso médio dos veículos na ponte de 27 metros que tem o tráfego médio diário de aproximadamente 15 mil veículos.

Os motoristas que não respeitarem a nova regra só serão autuados a partirdo dia 31 de janeiro deste ano. Entretanto, desde a data de anúncio da proibição, tanto a DF-180 quanto as vias que dão acesso à ela já estão sinalizadas, informando sobre a nova regra.

No GDF as obras não param

Mesmo com chuvas, as equipes de recuperação estão nas ruas. No Centro de Taguatinga, os buracos no asfalto estão sendo tapados.

No Jardim Botânico, desde o final de novembro de 2021, a região vem sendo beneficiada com novas calçadas. Outras tantas estão sendo reformadas.

Em São Sebastião, as obras de desobstrução nos dutos de águas pluviais têm sido constante. Para o motorista Leonardo da Silva, o povo não tem o cuidado de jogar o lixo nos locais adequados e quando a chuva vem, os bueiros estão entupidos. ” Temos que ter responsabilidade de fazer a nossa parte”, reclama Leonardo.

No Itapoã, também a Administração da cidade está usando massa asfáltica para recuperar o asfalto. E o trabalho vai além: estão sendo colocados blocos em trechos que faltam blocos, retirando lixo das ruas.

No Jardim Mangueiral, os moradores comemoram as calçadas e outras que estão sendo recuperadas. Segundo a morada do Mangueiral, Jovenicia Alves, a locomoção é facilitada com as calçadas que evita tombos por parte dos idosos e crianças.

Inscrições do Programa Morar Bem estão abertas

As inscrições para o programa Morar Bem estão abertas por tempo indeterminado. Interessados devem fazer a inscrição pelo aplicativo da Codhab.

O programa é voltado para famílias com renda bruta de até 12 salários mínimos. A proposta é ofertar moradias com infraestrutura urbana, como abastecimento de água, esgoto sanitário, energia elétrica, iluminação pública, instalações telefônicas, redes de drenagem de águas pluviais, pavimentação asfáltica e equipamentos públicos, como escolas, postos de saúde e de polícia.

Podem participar do programa os moradores do DF que atendam aos seguintes requisitos: ter maioridade ou ser emancipado na forma da lei; estar residindo no Distrito Federal nos últimos cinco anos; não ser, nem ter sido proprietário, promitente comprador ou cessionário de imóvel no DF; não ser beneficiado em outro programa habitacional no DF e possuir renda familiar de até doze salários mínimos.

Hora de sair do sufoco: especialista fala sobre o impacto da Lei do Superendividamento na negociação das dívidas

Hora de sair do sufoco: especialista fala sobre o impacto da Lei do Superendividamento na negociação  das dívidas

Final de ano é tempo de fazer o balanço e as contas e muita gente chega em dezembro super endividado, sem possibilidade de pagar os débitos e com dificuldades até mesmo em manter os gastos básicos para sobreviver. Mas existe luz no fim do túnel para quem se encontra sem saída e quer se reerguer com aval da Justiça e sem sofrer assédio dos cobradores. Para o consultor e advogado, especialista em Direito Empresarial e Tributário, a saída, além de um bom planejamento, pode estar na nova Lei do Superendividamento

Em vigor desde julho, a Lei 14.181/2021, aumenta a proteção de consumidores com muitas dívidas e cria mecanismos para conter assédios por parte das instituições financeiras.A Lei do Superendividamento vai afetar mais de 30 milhões de brasileiros endividados, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Segundo o órgão, este grupo de pessoas se caracteriza por não possuir condições de arcar com os próprios empréstimos e financiamentos. 

Com grandes alterações pairando sobre o Código de Defesa do Consumidor, João Carlos Martins, que também é especialista em administração e contabilidade, explica como a lei funciona na prática. “A fim de oferecer melhores condições para o quitamento das dívidas, agora, ao fornecer crédito ou vendas a prazo, os fornecedores deverão enunciar uma série de informações que dizem respeito às transações, incluindo o custo e a descrição dos produtos, as taxas previstas no contrato, entre outros”, esclareceu o advogado. 

Ainda ao pontuar a nova dinâmica entre as relações de fornecedores e consumidores, o especialista ressalta que é expressamente proibido indicar operações de crédito sem avaliar devidamente a situação financeira do cliente; ocultar as informações a respeito dos riscos de contratação ou pressionar o consumidor durante as negociações. “Diante das ofertas financeiras, ainda é importante que todas as modalidades de créditos, assim como a própria identidade e atuação do financiador, sejam esclarecidas a fim de assegurar a integridade física e financeira do consumidor futuramente”, pontua.

Já na hora de realizar o conciliamento de dívidas, todas as condutas que estimulam o agravamento do superendividamento do consumidor devem ser coibidas e/ou minimizadas, devendo sempre conter medidas de dilação das prestações para reduzir os encargos tributários. Dessa maneira, também vale ressaltar que os órgãos públicos podem entrar no acordo se solicitados, promovendo audiências de conciliação entre os próprios credores para facilitar o pagamento das prestações.

Para dar inicio ao processo, a primeira coisa que o consumidor superendividado deve fazer, segundo a nova lei, é procurar a Justiça estadual. Sozinha ou acompanhada de um advogado, a pessoa deve informar à Justiça as dívidas e o orçamento doméstico, detalhando valores e credores. Em seguida, as partes (devedor e credores) serão convocados para a audiência de conciliação, será proposto o plano de pagamento.

O programa está disponível para dívidas ligadas a consumo, a contas domésticas e alguns débitos com instituições financeiras de pessoas físicas. Podem ser negociadas Dívidas de consumo (carnês e boletos); Contas de água, luz, telefone e gás; Empréstimos com bancos e financeiras, inclusive cheque especial e cartão de crédito; Crediários; Parcelamentos. Já Impostos e demais tributos; Pensão alimentícia; Crédito habitacional (como prestação da casa própria); Crédito rural; Produtos e serviços de luxo estão entre as dividas não passiveis de negociação. 

Sobre o Dr. João Carlos Martins – Administrador, Contador e Advogado, João Carlos Martins é também Diretor Contábil da Sena Martins, empresa especializada em consultoria administrativa financeira; Diretor Administrativo da Fênix Capital e Diretor Jurídico da João Carlos Martins Advocacia. Além de ser um dos nomes mais experientes no ramo de atuação, o especialista também se dedica a consultorias empresariais tanto no Df como em outras unidades da Federação.

SERVIÇO

Dr. João Carlos Martins

Endereço unidade Lago Sul: SH, Estrada do Sol, Belvedere Green, Conjunto 15, Lote 17, Brasília (DF)

Endereço unidade Asa Norte: Setor Bancário Norte, Quadra 1, Bloco F – 17ª -Ed. Palácio da Agricultura, Brasília (DF)Site: doutorjoaocarlosmartins.com.br

Ponto de vacinação da Rodoviária tem horário ampliado

A partir de segunda-feira (13), a Secretaria de Saúde vai ampliar o horário de funcionamento do ponto de vacinação contra a covid-19 da Rodoviária do Plano Piloto. Será das 7h às 20h, sem intervalo, com vacinas para todos os públicos. O objetivo é alcançar um público maior, que diariamente passa pelo terminal.

“Quem se beneficia com essa facilidade são as nossas trabalhadoras e trabalhadores que têm uma rotina diária apertada, correm para seus afazeres, de casa para o trabalho e vice-versa. E agora, quem passa na Rodoviária, bem cedinho, antes das 7h da manhã, quando o posto ainda não abriu, vai ter oportunidade de receber a vacina mais tarde porque os vacinadores vão estar aqui até às oito horas da noite”, informa o secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache.

O chefe da pasta da Saúde ainda destaca os esforços da Secretaria para vacinar a população do Distrito Federal. “Serão 13h de oferta ininterrupta das vacinas contra a covid-19, de segunda a sexta-feira. E o cidadão ainda pode escolher de qual marca quer receber a sua vacina. Ou seja, não tem mais desculpa para não se vacinar”, frisa.

O ponto fixo da Rodoviária do Plano Piloto funciona em um local estratégico, ao lado da administração do terminal. Por lá, circulam diariamente cerca de 800 mil pessoas.

Mil doses aplicadas

Desde a abertura do novo ponto de vacinação, no dia 6 de dezembro, 1.221 doses da vacina contra a covid-19 foram aplicadas – uma média diária de 224 pessoas vacinadas.

“Em menos de uma semana em que estivemos na Rodoviária temos a satisfação de verificar o sucesso dessa iniciativa. Nós estamos onde a população está. Prova disso é que apenas na primeira semana, mais de mil pessoas aproveitaram essa facilidade. Foram exatamente 1.221 doses aplicadas, seja com a inicial, com a segunda dose ou o reforço da imunização”, comemora o secretário.

TJDFT lança livro sobre violência sexual contra crianças e adolescentes

O NJM – Núcleo Judiciário da Mulher do TJDFT publicou nesta sexta-feira, 10/12, o livro digital Maria da Penha Vai à Escola: abordagem técnica das situações de violência sexual, produzido pelas magistradas, magistrados, servidoras e servidores que atuam com a temática da violência doméstica e familiar contra a mulher, vinculados àquela unidade.

A publicação on-line aborda a questão de gênero como uma das causas da violência sexual contra crianças e adolescentes e tem como objetivo servir de instrumento para o enfrentamento a esse tipo de agressão, analisando-o em sua complexidade. A obra também ressalta quão intensas são as consequências das violências sexuais sofridas e quanto elas violam os direitos humanos fundamentais. Além disso, ratifica a importância da formalização das denúncias, a fim de trazer para o sistema de justiça e policiamento o aprimoramento de mecanismos que impeçam a ação dos agressores.

Os organizadores do material reforçam o caráter da promoção da paz, que depende de cada indivíduo como escolha pessoal. Dessa maneira, destacam a necessidade de se multiplicar tais informações nas escolas, como forma de prevenir e tratar agravos resultantes da violência. A ação se propõe a fortalecer a rede protetiva de meninas e mulheres em toda a sociedade.

De acordo com o texto, “na trama das relações, o tecido social clama por mudanças na estrutura de defesa e amparo para quem sofre violências e, nesse quesito, a abordagem dos artigos e do curso Maria da Penha Vai à Escola permite ser um guia prático para essa quebra dos paradigmas e contribuem no sentido de se ter uma postura acolhedora com as vítimas, sem torná-las culpadas, mas educando pessoas a serem solidárias e parceiras em quebrar o ciclo de violência”.

O livro reúne 30 anos dos marcos legais de proteção aos direitos de crianças e adolescentes e temas como violência sexual intrafamiliar; depoimento especial e escuta especializada; o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente; e a atuação da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente – DPCA. A segunda parte da publicação explora o conteúdo dos cursos que são ministrados para profissionais da educação e da rede de proteção, ao longo de todo o ano, por magistrados, magistradas, servidores e voluntários do NJM/TJDFT.

A obra, em formato eletrônico, pode ser acessada na página do NJM

Violência sexual é crime! Denuncie na delegacia mais próxima, no conselho tutelar da sua região ou ligue 197.

© Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios – TJDFT

Edmar Mothé, CEO da Bio Mundo, ganha Prêmio Líderes do Brasil

ABio Mundo, franquia de alimentos naturais e saudáveis, é indicada e vence o Prêmio Líderes do Brasil, com case de expansão regional e nacional. O evento é uma das maiores premiações empresariais do Brasil, que tem como objetivo reconhecer as competências e comprometimento dos principais líderes, que visam contribuir para um país mais competitivamente saudável no âmbito dos negócios.

Fundada em 2015, em Brasília, a marca implantou mais de 23 operações ativas, em seu primeiro ano de atividade, sendo recorde do período, no segmento de alimentação saudável. Além disso, a abertura da rede de franquias contribuiu para rápida expansão no território nacional, tornando-se a 2º maior rede de produtos naturais do Brasil. Com esse case promissor, Bio Mundo foi premiada na categoria “Líder do Distrito Federal”.

Edmar Mothé, CEO da Bio Mundo, foi até São Paulo, na última segunda-feira (6), receber o prêmio. “Hoje, estamos presentes em 17 estados brasileiros, e vamos encerrar o ano com 150 operações, mas tudo começou em Brasília. Estou extremamente feliz com o prêmio, pois indica que estamos no caminho certo, levando um estilo de vida mais saudável para mais pessoas”, afirma o empresário.

É possível encontrar nas lojas opções variadas de produtos naturais, incluindo diet, light, integrais, funcionais, sem glúten, graneis, veganos, nutrição esportiva, além das marcas exclusivas da rede, Bio 365 e Natureza Mix. Vale ressaltar, que as marcas próprias de produtos cresceram e representam 11% do faturamento total da empresa, que, em 2021, atingirá a margem de R$ 200 milhões.

Sobre a Bio Mundo

Fundada em 2015, na cidade de Brasília, a Bio Mundo nasceu para proporcionar a melhor experiência de compra para quem busca uma alimentação balanceada. Em sua variada gama de produtos as lojas oferecem itens sem glúten, sem lactose, diet, light, integrais, orgânicos, iogurtes, sucos, alimentos congelados e refrigerados e suplementos esportivos. Além da venda a granel de grãos, sementes, farinhas, frutas desidratadas, oleaginosas, chás e temperos. A Bio Mundo também conta com uma linha exclusiva de encapsulados naturais, produtos desenvolvidos com criterioso padrão de qualidade, atendendo a diversos tipos e necessidades dos clientes, como repor nutrientes, manutenção e preservação da saúde.

Futuro de Brasília é tema debate promovido pela UCCDF

Depois de um ano atípico, com pandemia, crise econômica, inflação e agora a descoberta de uma nova variante do coronavírus, os brasilienses têm uma preocupação a mais: a possibilidade da votação, ainda este ano, na Câmara Legislativa do DF, da nova edição do Plano Diretor de Ordenamento Territorial do DF (PDOT) e do projeto de revisão da Lei de Uso e Ocupação do Solo (Luos).

Para discutir este assunto, a União dos Conselhos Comunitários do DF (UCCDF) realiza no próximo dia 16 (quinta-feira), a partir das 18h, a primeira edição do Ciclo de Debates intitulado “Um futuro melhor para o DF depende de nós – Especialistas debatem alterações na Luos e PDOT”.

O objetivo do evento, que será transmitido ao vivo pelo Youtube, é incentivar a população do DF a refletir sobre o impacto das leis e ações governamentais no futuro da capital federal e de seus moradores.

“Queremos chamar a atenção para algo muito grave que vai mexer muito com a dinâmica da vida dos brasilienses, sem contar na ameaça ao futuro da cidade, com a perda de espaços verdes e nascentes, que ancoram e possibilitam a vida no solo candango”, afirma Antônio Matoso, prefeito da Prefeitura Comunitária da Península Norte (Lago Norte) e um dos fundadores da UCCDF.

Segundo ele, a proposta do debate é horizontalizar a discussão para um melhor futuro no DF. “Estamos colhendo subsídios das mais diversas autoridades e especialistas no assunto e, ao contrário do que muitos possam pensar, também não temos interesse em concentrar apenas no ponto de vista dos moradores. Além disso, não vamos abordar apenas o PDOT e a Luos, mas também outras leis que causam tantos efeitos danosos quanto estas”, defende.

Entre os convidados para o debate estão: Carlos Bomtempo (ambientalista e presidente do Conselho Comunitário da Asa Sul); Prof. Eduardo Viola (ambientalista); Angelina Nardelli (urbanista); Salviano Guimarães (arquiteto, urbanista e primeiro presidente da CLDF); secretário da SEDUH/GDF, Mateus de Oliveira; e deputado distrital Rafael Prudente, presidente da Câmara Legislativa do DF.

Com mediação da jornalista Márcia Zarur, o debate, que é gratuito mediante inscrição prévia, tem como público alvo representações comunitárias do DF, interessados no tema, autoridades, formadores de opinião e a população brasiliense.

O link para inscrição é: https://www.sympla.com.br/um-futuro-melhor-para-o-df-depende-de-nos__1436781

SERVIÇO:

O que: 1º Ciclo de Debates UCCDF
Tema: “Um futuro melhor para o DF depende de nós – Especialistas debatem alterações na Luos e PDOT”

Onde: Canal da UCCDF no Youtube

Quando: Dia 16 (quinta-feira), a partir das 18h

Quem promove: União dos Conselhos Comunitários do DF (UCCDF)

Quanto: De graça

Informações: (61) 99364-5050 / +34 699 236 810