Ceilândia, Brazlândia, Samambaia e Taguatinga recebem mais papa-lixos

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) começou segunda-feira (13/09) a segunda etapa de instalação de papa-lixos em Brazlândia, Ceilândia, Samambaia e Taguatinga. Em conjunto, essas regiões administrativas vão receber mais 20 equipamentos.

O SLU iniciou em julho a segunda etapa de instalação dos equipamentos em várias regiões do Distrito Federal. Para finalizar essa fase, Ceilândia recebe mais nove papa-lixos; Brazlândia, quatro; Samambaia, três, e Taguatinga outros quatro.

O papa-lixo é um contêiner semienterrado, com capacidade de até 5 m³, que possibilita o armazenamento dos resíduos orgânicos e indiferenciados de forma segura e limpa, reduzindo, assim, o descarte irregular e a proliferação de vetores. Ele não deve ser utilizado para o descarte de resíduos recicláveis.

“Os papa-lixos são equipamentos de limpeza que, além de deixar nossa cidade limpa e bonita, contribuem para a saúde de todos. Depositando seus resíduos dentro do papa-lixo, a população evita sua exposição ao sol e à chuva, e que os sacos sejam rasgados por animais, atraindo moscas, ratos e baratas”, diz o diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira.

Até o momento, já são 307 papa-lixos instalados em todo o DF. A meta do Governo do Distrito Federal (GDF) é disponibilizar até 2022 um total de 454 contêineres para atender a população de todas as regiões administrativas, ajudando não só na limpeza pública, mas na saúde de todos.

Agência Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.