Insegurança ronda o campus da UnB em Planaltina

1Dentro do campus da UnB Planaltina segundo relatos de alunos, servidores e professores tudo é normal, é seguro, não se tem notícia de ocorrência de crime contra o patrimônio da universidade e da comunidade acadêmica. Mas essa rotina foi quebrada no início deste mês com o furto  de um celular que pertencia a uma servidora. Ela  colocou o aparelho para carregar a bateria na área onde existem computadores para serem usados pelos alunos e um individuo que não pertence à universidade o furtou.

Não se pode dizer o mesmo das redondezas do campus. Na quinta (05) um professor que pediu para não ser identificado quase foi assaltado, às 16h, quando estacionava seu carro em frente à universidade. Um assaltante tentou rendê-lo e outros dois estavam esperando dentro do carro, mas o pessoal da segurança notou a movimentação e impediu a ação. Os homens que estavam no carro portavam armas.

Várias ocorrências são apontadas diariamente por alunos e servidores fora da universidade, principalmente por aqueles que têm que percorrer os 400 metros que separam o campus até a parada de ônibus. O perigo aumenta à noite por ser um trecho mal iluminado, cheio de mato e deserto, apesar de se encontrar a alguns metros de um posto da Polícia Militar que segundo os vizinhos do local, está quase sempre vazio.

O estudante Igor Mateus Silva, do curso de Agronegócios, diz que os alunos chamam o trecho entre a universidade até a parada de ônibus, de Rua do Assalto. “ Muitos alunos ficaram sem o celular , notebook e dinheiro. É preciso que a Polícia Militar faça rondas para evitar esses crimes que ocorrem a qualquer hora do dia e da noite”, adverte Igor.

Intercampi não cumpre itinerário

Para o universitário Júlio dos Santos à noite tem um agravante: quando o Intercampi, ônibus que sai do campus universitário para o campus Darcy Ribeiro e Rodoviária do Plano Piloto não passa, alunos e professores têm que recorrer a caronas ou se aventurar até a parada para buscar condução para casa.

Luis Antônio Pasquetti, diretor da UnB Planaltina, afirma que o problema de segurança é do portão para fora. “ As obras da expansão do estacionamento estão bastante adiantadas, com isso teremos mais vagas para que os professores possam estacionar seus carros dentro do campus que é seguro”,  avalia o diretor.

Quanto  ao recorrente problema do não cumprimento de horário do Intercampi, o diretor Luis Pasquetti esclarece que já entrou em contato com o Decanato de Assuntos Comunitários(DAC), para que seja mantida a prestação de serviço com regularidade e de forma permanente.

 
Fonte: ADUnB

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.