Depois de dois anos, Planaltina retoma Festa do Divino

O hiato de dois anos forçado pela pandemia da covid-19 chegou ao fim neste sábado (4). Centenas de cavaleiros devotos do Divino Espírito Santo se reuniram no Encontro das Bandeiras, em Planaltina, ponto alto do encerramento da tradicional Festa do Divino.

O legado religioso passado por gerações há pelo menos 140 anos teve a participação do governador Ibaneis Rocha na cavalgada de 6 km do ponto das frutas – última parada da procissão de cavaleiros – até o centro histórico da cidade.

Ao ressaltar o suporte do Governo do Distrito Federal (GDF) à realização das festas religiosas de Brasília, por meio das forças de segurança, o governador comemorou a volta da celebração em Planaltina graças à vacinação, já na quarta dose para maiores de 50 anos, e às medidas de prevenção à covid-19 adotadas em sua gestão.

“É voltar à vida, realmente. A gente tem a sensação de que estamos retomando, mesmo com as dificuldades que ainda temos, felizmente com muitos avanços”, disse.

Em sua 138ª edição, a Festa do Divino de Planaltina é a segunda maior celebração da Igreja Católica na cidade, atrás apenas da Via-Sacra do Morro da Capelinha. Por dez dias, todas as paróquias da cidade comemoraram a data em um evento com fogos, comidas preparadas pelos moradores, músicas e novena, além de cortejos da Coroa e da Bandeira do Divino pelas ruas da maior região administrativa do DF.

Agência Brasília

Foto: Renato Alves

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.